• Andre Luis Gasques

O Recém Formado e o Mercado de Trabalho



1. VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO

Caso você seja “recém-formado” e encontra-se sem uma colocação no mercado de trabalho, não se sinta sozinho, pois essa é a realidade de milhares de pessoas em todo o mundo. Muitos se encontram perdidos e sem direção porque se deparam, pela primeira vez, com a realidade da dificuldade de “empregar-se”.


São tantos conselhos, sugestões e informações que chegam das mais diferentes pessoas de nosso relacionamento, que se torna difícil saber qual direção seguir. Às vezes, os conselhos vêm de pessoas com certa experiência profissional, que se encontram em posições mais confortáveis para indicar qual a melhor escolha que você pode fazer. O que as pessoas não entendem é a sensação aflitiva da “desilusão” depois de conquistar a formação superior recheada de muitos planos de sucesso.

Para o profissional recém-formado, que chega ao mercado de trabalho cheio de planos é difícil entender essa situação. Pois não é tão simples trabalhar psicologicamente com a sensação de vitória e conquista de uma formação superior e, logo em seguida, enfrentar as frustrações de falta de vagas na área de atuação. E mais, saber trabalhar também com a escolha profissional realizada.

Dessa forma, torna-se importante substituir os paradigmas negativos e construir uma postura mental e emocional positiva diante das coisas da vida. Para isso, indicamos o e-book “O Poder do Pai Nosso, para Prosperar e ter Saúde” (link), que te ajudará sobremaneira nesse propósito.



2. MUITOS NÃO CONSEGUEM EMPREGO IMEDIATO

Muitos jovens que não conseguem emprego logo ao término da faculdade, sentem-se impotentes para novos desafios e fortalecer suas habilidades profissionais.


É no espaço de tempo entre a formatura e o início da busca por trabalho que o recém-formado se depara com a fase de dificuldade de encontrar uma colocação. Isso provoca na mente a diminuição da autoestima, podendo entrar em um estado de depressão. Com a autoestima em baixa, as chances de obter sucesso em suas entrevistas ficam reduzidas, entrando em um período de reflexão e “batalha mental” sobre as dinâmicas de emprego que imaginava quando estava na faculdade e se realmente está no caminho certo.


Daí a importância de buscar novos horizontes, ampliar os conhecimentos com cursos de aprimoramento ou mesmo se dedicar a novos desafios.

Recomendamos a prática diária da oração do Pai Nosso, pois através dela sintonizar-se-á com vibrações mais elevadas que te auxiliarão na descoberta de possibilidades inovadoras para dar um upgrade na sua profissão ou mesmo construir um negócio próprio.



3. OUTRAS ÁREAS DE ATUAÇÃO

As possibilidades de procurar vagas em outras áreas de atuação se tornam crescentes por conta da necessidade de ter uma remuneração, passando para o estágio de “recém-formado feliz” para “trabalhador infeliz”.


A insatisfação profissional se torna crescente, passando de um emprego a outro, fazendo com que a sua formação superior ganhe “declínio” em sua mente. Dessa forma, é construída uma “revolta interior”, que coloca em dúvida todo o investimento intelectual e financeiro realizado durante os anos de estudos.


No entanto, esse cenário pode ser evitado. Pois, os primeiros anos de sua carreira são determinantes para revelar que tipo de profissional você deseja ser. Resistir às adversidades e ao desânimo, trabalhando diariamente com a “motivação mental” deve se tornar uma meta de vida. Procure não ficar o tempo todo esperando a oportunidade bater em sua porta.

Faça contatos, frequente feiras profissionais, realize pesquisas acadêmicas e participe de cursos de extensão. Utilize as redes sociais para seu benefício, em busca de sua prosperidade, e não para “fofocar”. Procure a viabilidade de intercâmbio profissional, atue como freelancer, ou seja, improvise.


Mantenha a motivação e evite o desânimo, percebendo novas perspectivas. Pratique a oração do Pai Nosso e faça meditação para conquistar a harmonia necessária para ter intuições que certamente te dirigirão para os caminhos corretos do sucesso, da saúde e prosperidade.


Não existe uma fórmula mágica que irá solucionar o “desemprego”. Mas, sua força de vontade, esforço e determinação são os fatores fundamentais que definirão o seu sucesso ou fracasso. Mentalmente, se disponha a encarar o fato como “um tempo de aprendizado” que servirá de “experiência enriquecedora”, como pessoa e também como profissional. Cada percalço é um desafio que amadurece e dá experiência para galgar degraus consistentes.

9 views0 comments